sexta-feira, novembro 17, 2006

Conduzir nos States

Conduzir nos Estados Unidos e' uma experiencia, no minimo, interessante!!! A comecar logo pelos carros que andam na estrada. Ja' ca' estou ha' uma semana e os unicos carros que me pareceram familiares foram um Ford Focus e um Audi A6... todos os outros sao absolutamente estranhos, diferentes e... grandes - estilo banheira familiar onde cabe tudo e mais alguma coisa: os filhos, as compras, as malas, o cao, tudo ao mesmo tempo. E, claro, todos com mudancas automaticas... e' virtualmente impossivel encontrar um carro que tenha mudancas manuais... o que tambem me faz confusao ao conduzir - estou sempre a' procura da manete das mudancas... aquilo que encontro e' sempre um espaco vazio. Mas acho que ja' me habituei. O truque e' esquecer que temos pe' esquerdo... podemos encolhe-lo, sentarmo-nos em cima dele, nao interessa, nunca o iremos usar. Uma vez aprendido isto, o resto e' facil.

Depois, temos as regras, que sao diferentes das europeias - o que tambem nao espanta, os yankees tem de ser diferentes em tudo. Para comecar, nos sinais luminosos e' possivel voltar a' direita, mesmo que o sinal esteja vermelho, desde que nao venha ninguem, claro (o que ate' e' bastante conveniente). O voltar a' esquerda tambem e' permitido com o sinal vermelho, desde que este esteja a piscar. Os sinais, esses, sao colocados do outro lado da estrada, ou quanto muito no meio do cruzamento, suspensos em cabos... sem comentarios. Em questao de prioridades, quando nao ha sinalizacao, a regra da direita nao vale... o que vale e' a regra "Eu cheguei primeiro, sou eu que passo!!!"... uma vez mais, sem comentarios!

E o que dizer dos sinais??? Enquanto os nossos sao essencialmente graficos, com cores e simbolos, estes aqui sao quase todos escritos, portanto nao ha' que enganar... e' so' le-los. Tirando o STOP e o "Aproximacao de Estrada com Prioridade" nao reconheci mais nenhum... Querem uns exemplos? Ora vejam (a' esquerda tem os sinais americanos e a' direita os correspondentes europeus):





Percebem agora o que eu quero dizer? Nao vale a pena memorizar se o azul e' proibido ou obrigatorio, se o redondo significa obrigacao ou informacao... nada disso. Basta ler e cumprir!

Falta apenas mostrar-vos o meu carro... ou melhor, o meu veiculo. Sim, porque isto nao e' um carro... tambem nao e' uma carrinha... e' assim uma coisa estilo monovolume, mas em versao XL. Trata-se de um Dodge Caravan, azul e e' mais ou menos parecido com isto:



A' parte de nao ter vidros electricos, nao ter fecho centralizado nem alarme ate e' porreiro de conduzir. Vamos mais ou menos no primeiro andar, e podemos levar os amigos todos connosco.

Pena e' que os amigos estejam em Portugal. Quando resolverem aparecer, pelo menos tenho onde vos levar... posso e' nao ter onde vos deitar!

3 comentários:

Maria joao disse...

ah ah ah
tem mudancas automaticas mas nao tem vidros electricos ahaahahaha
bjs

Claudia disse...

Eu até percebo porque os sinais de estrada sejam bem mais compreensíveis na America do que na Europa... tudo tem que ser fácil para os americanos...
Mas fiquei chocada com a questão do teu carro não ter vidros eléctricos e fecho autómatico!!! Isso é irreal... tens um carro com muito bom aspecto mas que falha em questões importantes!!!
Eu quando pego no meu "bolinhas" antigo, esqueço-me sempre que tenho de dar à manivela para abrir o vidro.... Chatíssimo!!!

Tete disse...

ah ah o meu twingo tem fecho central e vidros electricos... piu